Carris Metropolitana contrata trabalhadores de Cabo Verde. Entenda o contexto!

A falta de motoristas levou a empresa a recorrer ao mercado cabo-verdiano e alguns desses trabalhadores já estão em Portugal a fazer formação.
Carris Metropolitana contrata trabalhadores de Cabo Verde e só deve arrancar a 100% em outubro...

A Carris Metropolitana admite que só deve começar a funcionar a 100% em outubro. Desde o início do verão, a empresa assegura os transportes nos concelhos de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Setúbal, Almada, Seixal e Sesimbra. No entanto, as queixas continuam depois de um arranque difícil.

A falta de motoristas já levou a operadora a recorrer ao mercado cabo-verdiano.

O anúncio foi feito por André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, na reunião pública do município. De acordo com o líder do executivo setubalense, alguns destes motoristas cabo-verdianos já estão mesmo em Portugal a fazer formação.

No entanto, outros ainda estão a resolver alguns problemas com vistos e com os requisitos necessários para serem motoristas de transportes de passageiros em Portugal.

Também a Transportes Sul do Tejo, que tem a concessão de outra parte da rede da Carris Metropolitana na Margem Sul, tem tido dificuldade em contratar motoristas. A escassez de motoristas habilitados a exercer a função, assim como os baixos salários, as condições de trabalho e os custos de formação ajudam a explicar a falta de profissionais. Nesse sentido, a Transportes Sul do Tejo está a contratar trabalhadores a quem adianta o pagamento de toda a formação necessária para a obtenção da carta, sendo que, nos anos seguintes, será retirada, do vencimento, uma pequena prestação para pagar esse adiantamento.

Ouvido pela TSF, Rui Lopo assume que existem lacunas sérias, mas estão a ser feitos todos os esforços para resolver os problemas.

"As equipas técnicas têm trabalhado muito com as câmaras municipais e com os operadores no sentido de identificar as lacunas que ainda existem em dois ou três locais e que são sérias", afirma, sublinhando a prioridade dos serviços às escolas "que não podem falhar durante o ano letivo".

"Temos agora aqui uma questão fundamental que é as empresas conseguirem cumprir com o que está contratado e isso está, nesta fase, muito associado à disponibilidade de recursos humanos e é muito importante que viessem motoristas para assegurar que o serviço é praticado", explica, admitindo que, no início do ano letivo, "ainda não esteja tudo resolvido do ponto de vista daquilo que é o serviço às escolas". "Está indicado como sendo um serviço altamente prioritário e que não pode falhar, independentemente da mão-de-obra crescer ou não", conclui.

Para Fernando Fidalgo, coordenador do Sindicato dos Transportes Rodoviários e Urbanos, a falta de motoristas deve-se aos baixos salários e ao alto valor que custa a formação para iniciar a profissão.

"Os salários são particularmente baixos e, para aceder à profissão de motorista profissional de transportes de pesados e passageiros, é extremamente caro. É um investimento extremamente caro para qualquer jovem de 20 ou 21 anos que queira optar por esta profissão, tendo em linha de conta que depois não vê no salário qualquer tipo de retorno face àquilo que é o seu investimento", defende, em declarações à TSF.

As críticas têm sido uma constante desde que a Carris Metropolitana entrou em funcionamento. Os utentes queixam-se de horários que não são cumpridos, de carreiras que não saem e de instabilidade no período da madrugada, e uma das principais preocupações prende-se com o início das aulas, já a partir da próxima semana.

Contactado pelo Expresso, Rui Lopo, membro do conselho de administração da Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), que gere a Carris Metropolitana, garante que a empresa está atenta a esta situação para que não se percam ligações.

Ainda assim, segundo o semanário, a empresa espera que o serviço só esteja a funcionar com uma maior regularidade a partir do mês de outubro.

Ao Expresso, Rui Lopo garantiu ainda que as empresas a quem foi concessionado o serviço têm sido notificadas de vários incumprimentos no contrato com a TML, incumprimentos esses que vão ser penalizados.

Tem interesse na vaga? Leia o anúncio neste link.


Fonte: TSF

Getting Info...

Sobre o Autor

Agência de Criação e Gerenciamento de Sites.

Nos Pague um Café

Postar um comentário

Política de Privacidade
Utilizamos Cookies neste Site para analisar o tráfego, lembrar suas preferências e otimizar sua experiência.
Oops!
Parece que há algo errado com sua conexão à Internet. Conecte-se e comece a navegar novamente.
AdBlock Detectado!
Detectamos que você está usando um Plug-in de bloqueio de Anúncios em seu Navegador.
A receita que ganhamos com os Anúncios é usada para gerenciar este Site, solicitamos que você coloque nosso Site na lista de permissões em seu Plug-in de Bloqueio de Anúncios.
Site is Blocked
Sorry! This site is not available in your country.